Monday, July 30, 2007

CINE ECO 2007: REGULAMENTO

XIIII Festival Internacional de Cinema e Vídeo de Ambiente
da Serra da Estrela, Seia, Portugal

22 a 27 de Outubro de 2007

REGULAMENTO GERAL


1. DA ADMISSÃO

1.1. A secção competitiva do CineEco’2007 – XIIII Festival Internacional de Cinema e Vídeo de Ambiente da Serra da Estrela, que decorrerá em Seia, entre 22 a 27 de Outubro de 2007, é aberta a todos os concorrentes nacionais e estrangeiros, profissionais ou não profissionais.

1.2. O presente Festival tem como objectivo primeiro a promoção dos valores naturais, ecológicos e culturais e ainda a promoção ambiental e turística da Serra da Estrela. A temática do Festival será essencialmente o ambiente, na sua concepção mais “lata”, abarcando todo o meio envolvente.

Uma atenção muito especial será reservada ao audiovisual (cinema e vídeo) da Lusofonia, produzido por Países de Expressão Portuguesa, através da instituição de um Prémio Especial que consagre essa valência.

1.3. Todas as obras inscritas devem ter sido realizadas depois de 1 de Janeiro de 2005.

2. DA INSCRIÇÃO

2.1. A inscrição das obras a concurso deverá ser efectuada, através de boletim anexo (pode ser fotocopiado), até 31 de Agosto de 2007. Os boletins de inscrição devem ser correctamente preenchidos e de forma completa, em letra de imprensa, de modo a facilitar a elaboração do catálogo, acompanhados de uma cópia em DVD de cada obra a concurso.

2.2. A entrega das cópias deverá realizar-se até 15 de Setembro de 2007.

2.3. Cada concorrente pode apresentar o número de obras que quiser, desde que inéditas neste certame, inscrevendo cada uma delas num boletim diferente. Agradece-se a inclusão de fotografias das obras concorrentes e dos seus realizadores, dados biofilmográficos, além de outros elementos informativos.

2.4. O XIIII Festival Internacional de Cinema e Vídeo de Ambiente da Serra da Estrela entende por profissional e não profissional as obras que sejam ou não pagas e/ou encomendadas por entidades exteriores ao autor. As obras das Escolas de Cinema e Vídeo, nacionais ou estrangeiras, deverão referir expressamente essa proveniência e serão nesse caso entendidas como obras não profissionais.

2.5. Cada concorrente deverá enviar boletins e cópias para:
Secretariado do CineEco ‘2007
XIII Festival Internacional de Cinema e Vídeo de Ambiente
da Serra da Estrela
Av. EUA, nº 100 – 6º Dt. 1700 – LISBOA – PORTUGAL
Telef e fax: (351)217962799
Email: cineeco@gmail.com

2.6. As obras de países estrangeiros poderão ser enviadas para as respectivas representações diplomáticas em Lisboa, desde que seja dado conhecimento desse facto à organização do Festival.

3. DAS CÓPIAS

3.1. São admitidas cópias das obras nos seguintes suportes:

1. Película / 35 mm
3. DVD / zona 2 de preferência

3.2. As obras de vídeo na categoria não profissional não deverão ultrapassar os 20 minutos. Em relação às obras de vídeo profissional, estas não deverão ir além dos 60 minutos.
Na modalidade de cinema/ficção não haverá limite de tempo.
Poderão ser consideradas excepções a estas restrições, sempre que o Júri de Pré-Selecção o ache justificado pela qualidade e interesse das obras em questão, ou desde que as mesmas tenham sido convidadas a participar no Festival. Para as obras candidatas ao Prémio Especial da Lusofonia não haverá qualquer limitação de tempo.

3.3. As obras deverão ser faladas ou legendadas em português, espanhol, francês ou inglês.

3.4. As obras concorrentes ao Prémio Especial da Lusofonia terão obrigatoriamente de ser faladas em português, podendo ou não comportar outras línguas ou dialectos.

4. DOS PRÉMIOS

4.1. Serão atribuídos os seguintes Prémios, sem recurso a ex-aequo:

I. Grandes Prémios:
* Grande Prémio Ambiente (Câmara Municipal de Seia), no valor de €3.750 (três mil setecentos e cinquenta euros), atribuído à obra que seja considerada a melhor entre todas as presentes a concurso, em qualquer categoria de temática ambiental.
* Prémio Especial de Lusofonia, no valor de €2.500 (dois mil e quinhentos euros), atribuído à obra, produzida e realizada em país lusófono, que seja considerada a melhor entre todas as presentes a concurso.
II. Primeiros Prémios nas seguintes categorias:
- Prémio “Educação Ambiental”, no valor de € 600 (seiscentos euros), relativo à obra que melhor aborde, do ponto de vista didático-pedagógico, os temas a concurso.
- Prémio “Água”, no valor de € 600 (seiscentos euros), à obra a concurso que melhor promova o tema dos recursos hídricos.
- Prémio “Valorização de Resíduos”, no valor de € 600 (seiscentos euros), à obra a concurso que melhor promova o tema dos resíduos.
- Prémio “Vida Natural”, no valor de € 600 (seiscentos euros), à obra a concurso que melhor promova o tema da conservação da Natureza e da bio-diversidade.
- Prémio “Pólis”, no valor de € 600 (seiscentos euros), à obra a concurso que melhor promova o tema da requalificação urbana e valorização ambiental.
- Prémio “Antropologia Ambiental”, no valor de € 600 (seiscentos euros), à obra a concurso que melhor promova o tema da inserção do homem no seu quotidiano.
- Prémio “Vídeo Não Profissional”, no valor de € 600 (seiscentos euros), à melhor obra não profissional inscrita a concurso.
- Prémio “Camacho Costa”, no valor de € 600 (seiscentos euros), à obra que melhor ilustre aspectos ambientais e que o expresse através do humor ou da poesia.

4.2. Caso o Júri assim o entenda, poderão ser atribuídas Menções Honrosas.

4.3. Os Prémios atribuídos serão acompanhados por um troféu “Campânula” e um diploma.

5. DO JÚRI

5.1. As obras concorrentes serão apreciadas inicialmente por um Júri de pré selecção, que incorporará dois elementos a indicar pelas entidades organizadoras e um elemento de reconhecida idoneidade ligado ao campo audiovisual, escolhido pela Direcção do Festival.

5.2. As obras concorrentes seleccionadas pelo Júri de Pré-Selecção serão depois apreciadas e classificadas por um Júri Internacional, especialmente convidado para o efeito e que será constituído no mínimo por cinco personalidades de reconhecido mérito e idoneidade intelectual e cultural, com particular incidência no campo do cinema e do audiovisual, e das áreas científicas abordadas.

5.3. As obras passíveis de serem galardoadas com o Prémio Especial da Lusofonia serão igualmente apreciadas e classificadas por um Júri especialmente convidado para o efeito e que será constituído por três personalidades de reconhecido mérito e idoneidade intelectual e cultural.

5.4. Serão os elementos dos Júris a escolher entre si aquele que, enquanto Presidente de cada um dos Júris, será o seu porta-voz.

5.5. Os Júris serão secretariados por um representante do Festival Internacional de Cinema.

5.6. Dentro da maior liberdade e isenção, os Júris poderão atribuir ou não os Prémios previstos neste regulamento, o mesmo se passando quanto à atribuição de possíveis Menções Honrosas.

5.7. Nenhum elemento da Organização e/ou dos Júris oficiais poderá estar ligado à realização das obras admitidas a concurso.

5.8. Das deliberações dos Júris não haverá recurso.

6. DAS DISPOSIÇÕES FINAIS

6.1. Cada concorrente assume a plena responsabilidade pelas obras que tiver inscrito a concurso para todos os efeitos legais, excluindo-se toda e qualquer responsabilidade do XIII Festival Internacional de Cinema e Vídeo de Ambiente da Serra da Estrela para com terceiros.

6.2. As despesas de envio das obras, bem como o respectivo seguro serão da responsabilidade do remetente, assegurando a organização as despesas de devolução, bem como o seguro de transporte, salvo quando os autores manifestarem disponibilidade para levantarem as referidas obras junto da organização.

6.3. O Festival não se responsabiliza pela deterioração das cópias devido ao seu uso normal. Em caso de extravio ou destruição anormal, a responsabilidade da Organização limita-se ao valor consignado pelo participante na ficha de inscrição ou de uma cópia tirada em laboratórios portugueses. Em todo o caso, a organização do Festival compromete-se a segurar as obras apresentadas no certame durante o período em que este decorre.

6.4. Todas as obras admitidas a concurso, após passagem pelo Júri de Pré-Selecção, serão visionadas pelos Júris oficiais em sessões públicas, durante o decorrer do certame.

6.5. O XIII Festival Internacional de Cinema e Vídeo de Ambiente da Serra da Estrela reserva-se o direito de exibir na TV, no cinema ou noutros meios, pequenos excertos das obras premiadas, ou outras solicitadas pelos meios de comunicação social para esse efeito.

6.6. A organização do Festival agradece aos produtores dos filmes e vídeos premiados que depositem uma cópia em DVD nos arquivos do Festival, cuja utilização se fará de acordo com o contrato de depósito de Cinematecas estabelecido internacionalmente. Sempre que não for solicitada a devolução das cópias em DVD, estas ficarão pertença do arquivo do CineEco.

6.7. O Cine Eco ressalva desde já a exibição de obras concorrentes em extensões do Festival, noutras localidades de Portugal. Sempre que for caso disso, o Cine Eco proporá obras premiadas (ou outras) para exibição noutros certames internacionais congéneres.

6.8. O Cine Eco indicará anualmente os filmes que ganharam, na edição anterior, o Grande Prémio do Festival e o Grande Prémio de Lusofonia como obras concorrentes ao “Festival dos Festivais de Filmes de Ambiente” organização de que faz parte como fundador.

6.9. Os concorrentes deverão respeitar o presente Regulamento, aceitando todas as suas cláusulas, conforme fica demonstrado pela assinatura aposta no Boletim de Inscrição.

6.10. Das decisões da organização, quanto à interpretação e cumprimento deste Regulamento, não haverá recurso.

6.11. Os resultados do concurso serão dados a conhecer na cerimónia de encerramento do XIII Festival Internacional de Cinema e Vídeo de Ambiente da Serra da Estrela.

CINE ECO 2007: RULES

13th International Environmental Film and Video Festival
of Serra da Estrela – Seia, PORTUGAL -
from 22th to 27 th October 2007

RULES

1. ADMISSION
1.1. The 13th International Environmental Film and Video Festival of Serra da Estrela, which will be held in the city of Seia, from 22th/27th October 2007, is opened to all professional or non-professional, national and foreign candidates.
1.2. The aim of the CineEco’2007 is to promote the Natural, Ecological and Cultural values, as well as the promotion of Serra da Estrela heritage and touristic richness. The main subject of this Festival is the Environment.
A very special attention will be addressed to the video and films produced by Portuguese Speaking Countries. The producers and directors from those countries may register their films and videos to compete in film or video, short or feature length film, fiction or documentary film, to the LUSOPHONE SPECIAL PRIZE.
1.3. All the works presented to the contest should have been made after January 1st, 2005.
1.4. The works presented to this competition should be in accordance with:
A. Film / 35mm
C. Professional/Video / DVDgmail
D. Non/professional/Video

2. REGISTRATION
2.1. The works should be presented to the competition through the registration form hereby (Xerox if necessary), which should be sent until 31st of August 2007.
The forms should be correctly and completely filled-up, in capital letters.
2.2. The copies should be sent until 15th of September 2007.
2.3. Each participant or candidate can enter as many works as he desires, since they are inedited to this competition.
Every work should be presented in a different registration form.
All registration forms should be accompanied by photos of the works and photos and biographies of the authors/directors, besides other information like bio-filmography.
2.4. According to the 13th International Environmental Film and Video Festival of Serra da Estrela opinion, it is professional or non-professional the video or film that is or is not paid and/or ordered by an outward entity respecting to the
author/director. The school’s video or films, national or foreign, should clearly mention its origin and, in that case, they will be understood as non-professional works.
2.5. Each candidate should sent the registration forms and copies to the Festival
Office.
Secretariat of the CineEco ‘2007
XIII Festival Internacional de Cinema e
Vídeo de Ambiente da Serra da Estrela
Av. EUA, nº 100 – 6º Dt. 1700 – LISBOA – PORTUGAL
Phone e fax: 351.217962799
Email: cineeco@gmail.com

3. COPIES
3.1. Copies will be admitted, as follows:
1. Film/ 35mm
2. DVD – Zone 2 (preferably)
3.2. The works in competition in Environment should not exceed 20 minutes, for non-professional video, or 60 minutes, for professional/video. Exceptions to these limitations may be considered whenever the pre-selection Jury decides it, in recognition of their quality and interest, or because they are invited to participate in the contest. For the works competing to the LUSOPHONE SPECIAL PRIZE there will be no limit length. There will be no limit length for fiction/film
3.3. The works should be spoken or sub-titled in Portuguese, Spanish, French or English.
3.4. The works competing for the Lusophone Special Prize should be spoken in Portuguese and they may contain other languages or dialects.

4. AWARDS
4.1. The Jury will attribute the following awards, without appeal to “ex-aequo”.
I. Greats Prizes:
* Environmental Great Prize (Câmara Municipal de Seia Prize), under the value of €3.750, given to the best among all the works presented to all categories of the competition concerning Environment.
* Lusophone Special Prize, under the value of €2.500, given to the best work produced and directed in a Portuguese speaking Country.
II. Prizes for each one of the following categories:
• Prize “Environmental Education”, under the value of € 600, given to the best work concerning the general subject of the competition, under an educational point of view.
• Prize “Water”, under the value of € 600, given to the best work concerning the subject of hydric resources.
• Prize “The Value of Residues”, under the value of € 600, given to the best work concerning the subject of the utility of residues.
• Prize “Natural Life”, under the value of € 600, given to the best work promoting the subject of Nature’s preservation and biodiversity.
• Prize “Pólis”, under the value of € 600, given to the best work promoting the subject of urban qualifying and environmental value.
• Prize “Environmental Anthropology”, under the value of € 600, given to the best work promoting the subject of human insertion in its daily way of life.
• Prize “Non-professional Video”, under the value of € 600, given to the best non-professional work presented to the competition.
• Prize “Camacho Costa” under the value of € 600, given to the film that best expresses the environmental issues, doing so by the means of humour or poetry.
4.2. If the Jury decides so, honourable awards will also be attributed.
4.3. The winners will receive a diploma and a trophy - “Campânula”.

5. JURY
5.1. The works in competition will be submitted to a pre-selection jury formed by two personalities chosen by the Organization Committee and a personality of recognized competence related to the audio-visual, also chosen by the Festival Directors.
5.2. The work in competition, either in Environment section or Free Discretion section, selected by the pre selection Jury will be submitted to a Special International Jury invited for the occasion and that will be composed by at least 5 personalities of intellectual and cultural competence and recognized aptitude in the cinema, audio visual field as well as critical and ecological capacity.
5.3. The works candidates to the LUSOPHONE SPECIAL PRIZE will also be submitted to a Special International Jury invited for the occasion and that will be composed by a minimum of 3 personalities with intellectual and cultural competence and recognized merit, particularly on cinema and audio visual field, as well as critical activity.
5.4. The Juries’ members will select their chairman among themselves, as well as their spokesman.
5.5. The Juries will also include a member representative of the 13th International Environmental Film and Video Festival of Serra da Estrela with no vote right.
5.6. The Juries have the privilege to choose whether to attribute or not the different awards foreseen in these Rules, as well as the Honourable Mentions.
5.7. No member of the Juries can be connected to the works submitted to this contest.
5.8. From the deliberations or decisions of the Juries there will be no appeal.

6. FINAL TERMS
6.1. For any legal effects, each candidate is responsible for the works he presents, excluding any responsibility at all of the 13th International Environmental Film and Video Festival of Serra da Estrela.
6.2. Expenses of sending the films and videograms as well as appropriated insurances will be under the responsibility of the sender, however the organization will assume the expenses of returning the film and insurance transportation, unless the authors decide to pick-up the films themselves.
6.3. The Festival does not assume the responsibility for the deterioration of the audiovisual copies due to its normal use. In case of loss or abnormal destruction, the responsibility of the Organization Committee will compromise to the value given by the candidate in the registration form or a copy produced in a Portuguese lab. However the Organization Committee compromise to insure the works while presented in contest.
6.4. All the works, after being selected by the pre-selection jury, will be screened in public sessions, during the contest, in the presence of the official juries.
6.5. The 13th International Environmental Film and Video Festival of Serra da Estrela reserves the right to show on TV, Cinema or other medias small excerpts of the works awarded or other works requested by other media for divulgation.
6.6. The Festival Organization thanks the producers of films and videos rewarded to deposit a copy in DVD at the archives of the Festival, which utilization will be made in accordance with the contract of deposit of “Cinematec” internationally established.
6.7. Cine Eco can exhibit the films in the competition in extension of the festival in other regions of Portugal, and in some cases (awarded works or other’s) advise them to be screened in other international festivals that are connected with CineEco.
6.8. CineEco will indicate annually the films that have won in the previsous edition, the Environmental Great Prize and the Lusophone Special Prize, as works in the official selection of “Festival of Festivals of Environmental Films” organization to which it belongs as founder.
6.9. The candidates should respect these general Rules, with the acceptance of all items, as shown by the signature in the Registration Form.
6.10. From the decisions of the Organization regarding the interpretation and decisions of these Rules, there will be no appeal.
6.11. The results of this contest will be known during the Closing Ceremony of the 13th International Environmental Film and Video Festival of Serra da Estrela

CINE ECO: EXTENSÃO EM LISBOA

PROGRAMAÇÃO:


ATENÇÃO:
para ver melhor, clicar na imagem.

CINE ECO: EXTENSÃO EM OLHÃO

CINE ECO: EXTENSÃO EM OLHÃO

Seminário do Algarve sobre Alterações Climáticas

Auditório do Centro de Educação Ambiental de Marim:

PNRF - Parque Natural da Ria Formosa 27 Julho - 09h00
Entrada Livre / Inscrições até 24 de julho

Exposição DESIGN FOR FUTURE 07

Reciclagem do Sentido Museu da Cidade de Olhão

Inaugura a 26 de Julho [19H30]

Ciclo de conferências + ciclo de cinema de ambiente

Fórum de conferências Jardim Pescador Olhanense

A II edição da Feira Nacional de Parques Naturais e Ambiente é organizada pelo Município de Olhão em associação estratégica com o Instituto da Conservação da Natureza e da Biodiversidade (ICNB) e insere-se nas comemorações do Dia Nacional da Conservação da Natureza (28 de Julho). O evento reúne a totalidade das áreas protegidas portuguesas, representações de parques naturais e áreas protegidas estrangeiras e algumas das mais destacadas organizações que desenvolvem a sua actividade em torno do Desenvolvimento Sustentável e da Defesa do Ambiente. Quem visitar a Feira entre as 18:00 e as 24:00 poderá ver uma representativa Mostra de Produtos Biológicos, com áreas de prova e degustação, novas propostas de Artesanato e ainda áreas expositivas ligadas ao Lazer e ao Turismo de Natureza.
A programação inclui também a realização do “Seminário do Algarve sobre Alterações Climáticas” que terá lugar em 27 de Julho no Auditório do Centro de Educação Ambiental de Marim, sede do Parque Natural da Ria Formosa. O objectivo deste seminário é o de objectivo difundir informação sobre o tema e suscitar o debate sobre as implicações das alterações climáticas nos parques naturais e áreas protegidas. Paralelamente decorrerão exposições sobre alterações climáticas, design sustentável e eco-design.
A inauguração da II edição da Feira Nacional de Parques Naturais e Ambiente terá lugar no próximo dia 26 de Julho, às 18h00, no Jardim Pescador Olhanense.

Atenção:
para ver programação, carregar nos links.
Ver ciclo de cinema, carregar no link respectivo.

Tuesday, July 17, 2007